You are currently browsing the tag archive for the ‘morte’ tag.

monet01

(Monet – Impressão: nascer do sol)

Bem te vi,
bem te vi andar por um jardim em flor
chamando os bichos de amor,
sua boca pingava mel
Bem te quis, bem te quis
e ainda quero muito mais
Maior que a imensidão da paz
e bem maior que o sol

Onde estás?

Voei por este céu azul

Andei estradas do além, onde estará meu bem?

Onde estás?
Nas nuvens ou na insensatez?
Me beije só mais uma vez,
depois volte pra lá

(Paulinho Pedra Azul)

O fim, então, se faz ao nascer do dia.

A noite sussurra as lágrimas deitadas no silêncio e abraçadas pelo vento.

No luto finito, adormece-se.

Adeus.

Anúncios

Arquivo

Flickr Photos